Dentro da Delta

Torra indiscreta

Um torrado elétrico relativamente pequeno, pensado para espaços comerciais, que deixa um aroma forte a café no ar.

Um gole com assistência de Figo

Recordemos o ano de 2002, quando Luís Figo deu o nome a uma coleção especial de chávenas de café dedicadas ao futebol.

Perdidos e achados do café

Ao longo de 60 anos, encontraram-se nos sacos de café objetos muito invulgares – expostos agora no CCC.

A acordeonista dos Adaens

Quem conhecer Ana Sofia a trabalhar nos Adaens, sem o acordeão ao peito, não imagina o baile que é capaz de dar.

Sempre na lapela

O icónico pin tem mais de 40 anos e, em Campo Maior, ele anda pelas ruas, lapela sim, lapela não.

O marketeer que “Deixa Rolá”

O brand manager de marcas de cerveja tem uma banda com que chega a dar mais de 70 concertos por ano.

O jogo do contrabando

As memórias do contrabando recordadas num jogo de tabuleiro, editado em 2015 com o apoio da Delta Cafés.

“Ganha Portugal!” em 1996

Rui Nabeiro tinha 64 anos quando passou de “senhor Rui” a “senhor Comendador”. 

Diz-se “tâte-vin”

Os vinhos Adega Mayor diferem entre si mas têm um aspeto sempre em comum: o tâte-vin.

Em linha com o tapete

“Antes de qualquer outra coisa, sou judoca”, garante a operadora de call center do Grupo Nabeiro.

Um carimbo de qualidade

A ideia de implementar o carimbo no dia a dia da empresa foi de Rui Nabeiro, o estreante da peça original.

Bailarina do mundo

Ninguém diria que a técnica de rotas e planeamentos da Delta é bailarina – no entanto, ninguém estranha.